Setembro Amarelo e Transtorno do Espectro Autista.

Segundos dados de 2012, da OMS, cerca de 1 milhão de pessoas tiram a própria vida por ano em todo o mundo. No Brasil, são cerca de 12 mil vidas. São mais mortes diárias do que vítimas da AIDS e de boa parte dos tipos de câncer.

Em 2003, foi instituído o dia 10 de setembro, o dia Mundial da Prevenção do suicídio. Em 2015, iniciou no Brasil a campanha do Setembro Amarelo, com a intenção de promover o debate, a conscientização, a desmistificação sobre esse fenômeno tão árduo, que é o suicídio.

E é imprescindível debater sobre o TEA nesse contexto.
Segundo pesquisas em países como os EUA e a Suécia, revelam que o suicídio está entre as principais causas de morte prematura no TEA. Cerca de 2/3 das pessoas no nível 1, já pensaram em tirar a própria vida, sendo que 1/3 dessas pessoas já tentaram.

As causas mais evidentes para tal ato (no TEA), são a depressão, o início da adolescência, bullying, abuso sexual e distúrbio de comportamento.

O suicídio é um tema muito sério e deve ser debatido em toda sociedade e setores desta. E é importante ressaltar, que segundo estudos, até 90% dos casos podem ser prevenidos. Fique atento, procure um profissional, fale sobre o assunto.

#JuntosSomosAMAES
#JuntosSomosPelaVida
#SetembroAmarelo
#TEA